Quem somos

O _A_Z é uma instituição de ensino fundada em 2006 por quatro amigos, professores já com bastante experiência na preparação para as carreiras mais concorridas do vestibular. A intenção era aliar o ensino forte a uma perspectiva mais individualizada de atendimento. Hoje, em cada uma das sete unidades do _A_Z – estabelecidas em cinco bairros do Rio de Janeiro –, mantêm-se a essência de personalização e a qualidade de ensino, responsáveis pelo projeto de uma formação completa: de A a Z.

Missão Institucional

Professores são pessoas que, apesar de tudo, acreditam na transformação individual. Não poderia ser diferente com uma instituição fundada por pessoas apaixonadas pelo senso transformador. Nesse sentido, nossa missão institucional procura traduzir essa proposta em termos acadêmicos:

Provocar a superação acadêmica.

Em primeiro lugar, destacamos o verbo escolhido. “Provocar” significa desafiar, estimular, incitar. Diferencia-se, portanto, de “garantir” ou “realizar”. Em segundo lugar, a expressão “superação acadêmica” sugere a ação de melhorar, de subir de patamar, de expandir as fronteiras. Diferencia-se de “conquista” ou “sucesso”.

O que queremos dizer com isso são duas coisas principais. Por um lado, mesmo entendendo que o estudante deve ser o agente da própria transformação, sabemos que, sobretudo no contexto atual, esse potencial precisa ser devidamente incentivado; do contrário, a inércia pode prevalecer, ainda mais com tantas demandas da vida cotidiana. Ou seja, para nós, a escola e os professores, em particular, precisam assumir o papel central de orientação dos alunos, de modo ativo e criativo.

Por outro lado, sabemos que os estudantes são indivíduos singulares, cada um com forças e fragilidades específicas. Assim, não há como garantir que todos alcançarão sempre o mesmo patamar de sucesso (por exemplo, os melhores resultados nas provas); mas é possível e desejável que cada um consiga superar uma condição inicial, chegando ao seu máximo.

Valores do _A_Z

Valores Institucionais

Entre muitas éticas possíveis, definimos algumas prioridades para esta nossa declaração de princípios. Sua função é mesmo a orientação de condutas. Idealmente, todas as nossas decisões e atitudes precisam ser coerentes com essas premissas. Eis os valores e suas explicações sintéticas:

  • Excelência: buscar constantemente o melhor desempenho, o que significa ter uma postura perfeccionista em todas as atividades.
  • Argumentatividade e Transparência: sustentar decisões, escolhas e opiniões com argumentos lógicos, evidenciando-os às partes interessadas, de maneira transparente, convincente e responsável.
  • Inovação: valorizar a criatividade e a flexibilidade, de modo a permitir o desenvolvimento de soluções sustentáveis em um contexto de mudanças constantes e recursos limitados.
  • Respeito e Humanismo: fazer do compromisso social e do respeito elementos que promovam bem-estar e harmonia, norteando as relações entre os integrantes da comunidade_A_Z e deles com a sociedade.
  • Aprendizado Mútuo: exercitar a construção compartilhada do saber, com estímulo ao aprendizado e à transmissão de conhecimento, valorizando a parceria e a sinergia.

Valores Acadêmico-Pedagógicos

Em sintonia com os princípios éticos acima, julgamos oportuno ampliar essa lista, enfatizando a dimensão do ensino. Nesse caso, achamos importante ressaltar que a escolha de alguns valores implica, necessariamente, a colocação de outros em segundo plano. Nessa perspectiva, a lista a seguir apresenta nossas escolhas, mas também aquilo de que abrimos mão:

  • Gosto pelo estudo e valorização do conhecimento, em vez de mediocridade, superficialidade e busca por atalhos circunstanciais;
  • Disciplina e organização, em vez de apenas métodos improvisados;
  • Autonomia individual e atendimento personalizado, em vez de massificação ou diluição da responsabilidade no anonimato da coletividade;
  • Isonomia e respeito às regras, em vez de paternalismo e flexibilização casuísta;
  • Sensibilidade, respeito ao outro e prática do diálogo, em vez de egoísmo e intransigência emotiva;
  • Inovação e atitude sustentável, em vez de acomodação e pensamento imediatista;
  • Seriedade com bom humor, em vez de sisudez.

Os criadores do _A_Z

Os criadores do _A_Z são professores formados em diversas áreas do saber e com uma experiência de mais de quinze anos de sucesso no vestibular. Basta perguntar aos estudantes de Medicina, Engenharia de Produção e Direito das principais universidades do Rio. Muitos deles foram preparados por profissionais que hoje compõem o _A_Z.

Unidos pelo objetivo de criar um colégio e curso pré-vestibular fortes e diferenciados, todos têm no método e na busca pela excelência seus principais valores.

Bruno Rabin

Cursou Comunicação Social (Jornalismo) pela UFRJ, fez o MBA Executivo do Coppead/UFRJ e, mais recentemente, iniciou o programa OPM (Owner/President Management), pela Harvard Business School. Foi coordenador de Português do pH, onde trabalhou por doze anos, desenvolvendo nos alunos as estratégias de argumentação. Hoje, além das aulas de Redação, cuida da Direção Acadêmica do _A_Z, responsável pelas matrículas e pela estratégia de preparação dos alunos da 3ª série e do curso.

Carlos Ferrão

Formado em Engenharia de Produção pela UFRJ, cursou o MBA em Gestão de Negócios pelo IBMEC e também o MBA Executivo do Coppead/UFRJ - ênfase em Estratégia. Durante onze anos, trabalhou no pH, onde foi coordenador de Física entre 1998 e 2005. Atualmente, exerce a função de Diretor Comercial e de Recursos Humanos do _A_Z, sendo responsável pela estratégia de marketing, bem como pela gestão de pessoas - tanto no ensino, quanto no setor administrativo. Sob seu comando, encontram-se também as iniciativas de responsabilidade social da instituição.

Felipe Sundin

Graduou-se em Engenharia de Produção pela UFRJ, com ênfase em Engenharia Econômica, e cursou o MSx Program (Mestrado em Gestão) na Universidade de Stanford, nos EUA. Antes, havia trabalhado por sete anos no pH como professor de Matemática, tendo sido autor do material didático da turma IME/ITA. Depois, por três anos, foi professor e diretor do Curso Intellectus. Atualmente, exerce a função de Diretor de Estratégia e Inovação do _A_Z, alinhando diretores à estratégia corporativa e desenvolvendo novos projetos intersetoriais. 

Naun Faul

Fez Letras e trabalhou por doze anos no pH como professor de Gramática e Literatura, onde ficou conhecido por sua capacidade de aliar dinamismo e aprofundamento. Hoje, é o Diretor de Ensino do _A_Z, sendo responsável pelo alinhamento de diretores, coordenadores, professores e monitores à filosofia de ensino e à proposta pedagógica do curso e do colégio. Sob sua direção, encontra-se toda a operação de ensino, executada por uma equipe de 18 coordenadores de disciplina, 80 docentes e mais de 60 monitores.

« volta